Insalubridade no Trabalho: Conceito, Adicional e Controle Eficiente

insalubridade no trabalho
15/6/23

A garantia de um ambiente de trabalho seguro e saudável é um direito de todos os trabalhadores. No entanto, algumas atividades podem expor os profissionais a condições insalubres, que podem afetar sua saúde e bem-estar. Para proteger os trabalhadores nesses casos, existem normas e regulamentos que definem a insalubridade no trabalho e estabelecem direitos e compensações.  

Neste artigo, discutiremos o conceito de insalubridade, o adicional de insalubridade e suas diferenças em relação ao adicional de periculosidade, os graus de insalubridade, como calcular o valor do adicional e dicas para o controle da jornada de atividades insalubres.

O que é insalubridade no trabalho?

A insalubridade no trabalho refere-se às condições ou atividades que expõem os trabalhadores a agentes nocivos à saúde, acima dos limites de tolerância estabelecidos pela legislação. Esses agentes podem ser físicos, químicos ou biológicos e incluem ruído excessivo, calor, frio, substâncias tóxicas, radiação, entre outros. A exposição contínua a esses fatores pode causar danos à saúde do trabalhador.

O que é o adicional de insalubridade no trabalho?

O adicional de insalubridade é um direito garantido por lei aos trabalhadores que exercem atividades em condições insalubres. Ele consiste em um acréscimo salarial sobre o valor do salário mínimo ou sobre o salário do cargo ocupado pelo trabalhador, dependendo da convenção coletiva ou do acordo trabalhista. O adicional visa compensar os riscos e danos à saúde enfrentados pelos profissionais que trabalham em ambientes insalubres.

Diferença entre adicional de insalubridade e adicional de periculosidade

Embora ambos os adicionais sejam relacionados à segurança no trabalho, há diferenças fundamentais entre eles. O adicional de insalubridade é devido quando o trabalhador está exposto a condições ou atividades insalubres, prejudiciais à saúde. Já o adicional de periculosidade é concedido quando o empregado está envolvido em atividades ou operações perigosas, que apresentam risco iminente de vida.

Graus de insalubridade

A insalubridade é classificada em três graus: mínimo, médio e máximo. Cada grau indica o nível de exposição aos agentes nocivos à saúde. O grau mínimo indica uma exposição tolerável, o médio indica uma exposição com risco significativo e o máximo indica uma exposição com risco grave à saúde do trabalhador.

A porcentagem do adicional de insalubridade varia de acordo com o grau de insalubridade. De acordo com a Norma Regulamentadora 15 (NR-15), o grau mínimo possui um adicional de 10% sobre o salário mínimo, o grau médio possui 20% e o grau máximo possui 40%.

Como calcular o valor do adicional de insalubridade

Para calcular o valor do adicional de insalubridade, é necessário conhecer o salário base do trabalhador e o grau de insalubridade ao qual ele está exposto. O cálculo é feito aplicando a porcentagem correspondente ao grau de insalubridade sobre o salário base. Por exemplo, se o salário base é R$ 2.000 e o grau de insalubridade é médio (20%), o adicional será de R$ 400.

Exemplos de cálculo do adicional de insalubridade:

Salário base: R$ 3.000

Grau de insalubridade: Mínimo (10%)

Adicional de insalubridade: R$ 300 (10% de R$ 3.000)

Como se define que um trabalho é insalubre ou não?

A definição de trabalho insalubre é determinada por meio de normas regulamentadoras específicas, como a NR-15. Essas normas estabelecem limites de exposição aos agentes nocivos à saúde, com base em estudos científicos e critérios técnicos. Através de análises e medições, é possível verificar se as condições de trabalho ultrapassam os limites de tolerância estabelecidos.

O trabalhador tem o direito de recusar atividades que possam colocar em risco sua saúde. Nesses casos, é necessário comunicar o empregador e buscar soluções alternativas.

Conclusão

A insalubridade no trabalho é um tema relevante quando se trata da saúde e segurança dos trabalhadores. Compreender o conceito de insalubridade, o adicional correspondente, as diferenças entre insalubridade e periculosidade, os graus de insalubridade e os métodos de cálculo é essencial para garantir que os profissionais sejam protegidos adequadamente. Além disso, o controle eficiente da jornada de atividades insalubres é crucial para garantir o cumprimento das normas e a saúde dos trabalhadores.

Agradecemos a leitura deste artigo sobre insalubridade no trabalho. Esperamos que as informações apresentadas tenham sido úteis e esclarecedoras.  

Se você está em busca de soluções para controle de ponto, conheça o Ponto Soft.  

Entre em contato conosco para saber mais sobre nossa solução e como podemos ajudá-lo a alcançar o sucesso em sua organização!

Confira outros artigos

REP-P

As Vantagens do REP-P: 6 Razões para Adotar Este Sistema Moderno de Controle de Ponto

Continuar Lendo
Inteligência Artificial no RH

A Revolução da Inteligência Artificial no Setor de Recursos Humanos

Continuar Lendo
Controle de Ponto no Home Office

Controle de Ponto no Home Office: Normas e Funcionamento

Continuar Lendo
A Insoft4

A Insoft4 está há mais de 20 anos desenvolvendo soluções completas para controle de ponto eletrônico e acesso para empresas de todos os portes e segmentos do mercado.

Conheça o blog da Insoft4

Sejam indústrias, hospitais, universidades, redes de varejo e muito mais, a Insoft4 tem o produto ideal para facilitar as tarefas de RH e garantir mais segurança e simplicidade para as rotinas de acesso de cada negócio.

Movida pelos objetivos de inovar e crescer, a empresa sempre priorizou ter em sua
equipe profissionais especialistas e em constante atualização de conhecimentos.

Disponibilizamos não apenas produtos de excelente qualidade, mas também um serviço completo em todos os sentidos para os clientes.

Ilustração de relógio
Receba nossas novidades
OK - Email cadastrado!
Oops! Algo está errado.