App de ponto eletrônico vale a pena?

31/3/22

Novas tecnologias para o controle de ponto surgem a todo momento, os aplicativos de ponto eletrônico são uma delas. Com as jornadas flexíveis e novos modelos de trabalho, os registros por app de ponto se tornaram a opção ideal para diversas situações.  

Cada vez mais processos migram para soluções mobile, a gestão de frequência não é diferente. Existem app para coletar a marcação de ponto dos funcionários com poucos cliques e até confirmação via identificação facial.

Essas soluções podem ter funções extras além do registro de ponto, como justificativas, consultas do espelho de ponto, etc.

Porém, ainda existem questões sobre o quão segura essa forma de registro de ponto e muitos perguntam se vale a pena investir em uma solução desse tipo.

Legislação trabalhista para App de Ponto Eletrônico:

Os aplicativos para marcação de ponto já são homologados na legislação trabalhista brasileira, isso não é uma novidade, pois já está previsto desde 2011, considerada como uma forma alternativa de controle de jornada. Na portaria 671/2021 do MTP, os apps de ponto podem ser enquadrados como REP-A ou REP-P.

Saiba mais sobre a Portaria 671/2021 do MTP e entenda melhor as diferenças entre REP A e REP P.  

Já que temos a possibilidade de dois enquadramentos legais para o uso de apps de ponto eletrônico, as empresas possuem várias opções para o uso dessas soluções. Isso porque as regras do REP A (Registro Eletrônico de Ponto Alternativo) e do REP P (Registro Eletrônico de Ponto por Programa) são diferentes, cada uma com suas peculiaridades.

Empresas que possuem acordo ou convenção coletiva para o uso do REP A, podem usar aplicativos que possuam essa adequação. Entretanto, o REP P pode ser utilizado por qualquer empresa, porém o aplicativo deve ter registro no INPI e emissão de comprovante de registro com assinatura digital.

Seja com App de Ponto Eletrônico enquadrado como REP A ou REP P, existem regras em comum que precisam ser observadas:

Registro fiel das marcações: Sempre que o colaborador marca o ponto, isso deve ser confirmado e armazenado com segurança, mantendo a informação integra.

Marcação automática: Os registros devem ser efetuados pelo empregado, isso não pode ser predeterminado ou automático, não confunda isso com o ponto por exceção.  

Auditoria de horários: A alteração do horário do smartphone para registrar o ponto é um dos maiores medos na hora de utilizar um app de registro de ponto. Entretanto, essa é uma fraude que já pode ser identificada e evitada.

Marcações sem restrições:  Restringir as marcações é proibido para qualquer forma de registro de ponto, também para os apps.

Algumas funções nos aplicativos como o controle de fraudes e geolocalização da marcação só podem ser utilizadas a nível de argumento e informações, um app que bloqueia o registro o detectar irregularidade no horário ou conforme a localização do funcionário ou a não está em conformidade legal.

App de Ponto Eletrônico vale a pena?

Agora que não restam dúvidas sobre as regras dos apps de ponto eletrônico, a questão que fica é se esse modelo realmente facilita o controle de frequência dos funcionários e se vale a pena. De antemão já podemos responder que sim, entenda o porquê:

Mobilidade: O home office e trabalho híbrido são modelos de trabalho cada vez mais comuns para as empresas brasileiras, a solução ideal para funcionários nessas situações é o registro de ponto por aplicativo.  

Diminuição de gastos: O registro de ponto pelo relógio de ponto tradicional demanda gastos, além do equipamento, manutenções e bobinas. Nada disso ocorre quando se utiliza um app de ponto eletrônico.

Facilita o trabalho do RH: A integração online das marcações com o sistema de tratamento que ocorre nos aplicativos de ponto é uma facilidade para o trabalho RH, que tem a informação sempre a mão

As marcações por aplicativo são mais indicadas para funcionários que trabalham em home office, que podem ter saídas constantes ou escritórios, mas é importante lembrar que empresas podem utilizar mais de uma forma de coleta de registro do ponto.

Isso possibilita, por exemplo, nas áreas de produção seguir com o uso dos relógios convencionais e  para os setores administrativos e comerciais utilizar um app de ponto eletrônico.

O App de Ponto Eletrônico vale a pena e é homologado, conheça o Ponto Soft!

O Ponto Soft é um software de gestão de frequência de funcionários que conta com um aplicativo completo aplicativo para registro de ponto, justificativas e controles para gestores.

Confira outros artigos

REP-P

As Vantagens do REP-P: 6 Razões para Adotar Este Sistema Moderno de Controle de Ponto

Continuar Lendo
Inteligência Artificial no RH

A Revolução da Inteligência Artificial no Setor de Recursos Humanos

Continuar Lendo
Controle de Ponto no Home Office

Controle de Ponto no Home Office: Normas e Funcionamento

Continuar Lendo
A Insoft4

A Insoft4 está há mais de 20 anos desenvolvendo soluções completas para controle de ponto eletrônico e acesso para empresas de todos os portes e segmentos do mercado.

Conheça o blog da Insoft4

Sejam indústrias, hospitais, universidades, redes de varejo e muito mais, a Insoft4 tem o produto ideal para facilitar as tarefas de RH e garantir mais segurança e simplicidade para as rotinas de acesso de cada negócio.

Movida pelos objetivos de inovar e crescer, a empresa sempre priorizou ter em sua
equipe profissionais especialistas e em constante atualização de conhecimentos.

Disponibilizamos não apenas produtos de excelente qualidade, mas também um serviço completo em todos os sentidos para os clientes.

Ilustração de relógio
Receba nossas novidades
OK - Email cadastrado!
Oops! Algo está errado.