Como a Câmara economiza R$700 mil através do Ponto Eletrônico

12/7/16

Houve recentemente, na Câmara dos Deputados, a implementação do ponto eletrônico e a restrição da quantidade de colaboradores que podem fazer horas extras durante todas as oito sessões noturnas realizadas por mês. Essa medida trará uma economia total de R$700 mil por sessão noturna.

O controle dessas horas extras só se tornou possível pela implantação do ponto eletrônico biométrico. Antes da implementação desse sistema, cada sessão podia custar R$1,2 milhão, valor que caiu para R$500 mil com a limitação de até três funcionários realizando horas extras por gabinete.

O sistema de ponto eletrônico, implantado na Câmara em junho de 2015, permitiu que se identificasse e limitasse a quantidade de colaboradores trabalhando na Casa e recebendo hora extra. A solução também permite o acesso ao banco de horas dos funcionários em tempo real, sem a necessidade de apuração das marcações de ponto dos funcionários.

A implantação da solução de Ponto Eletrônico fez com que houvesse a diminuição na ocorrência de erros de cálculo e o desperdício de tempo operacional da área de Recursos Humanos da câmara, além de uma redução de até 96% do fechamento das contas em relações as antigas formas manuais de marcação. Tudo isso possibilitou que os gestores pudessem obter dados específicos e emitir relatórios personalizados conforme suas necessidades.

Toda a economia gerada poderia ser ainda maior, se houvesse a implantação de um sistema Controle de Acesso, que é a integração de diversos dispositivos, como catracas, controladores de porta e cancelas, controlados por uma. Com isso, também seria possível acompanhar toda a movimentação e recuperar os dados de entrada e saída dos colaboradores.

Pelo sistema de Controle de Acesso é possível bloquear os acessos de entradas de colaboradores fora da jornada de trabalho, horários previamente determinados, liberados pelo responsável e até bloquear os funcionários em interjornada. Além disso, pelo controle de acesso é possível ter a agenda da utilização de espaços, como salas de reunião ou áreas recreativas.

Se você, assim como a Câmara de Deputados, quer economizar com horas extras, conheça o Ponto Soft, o sistema de Ponto Eletrônico mais completo do mercado!

Teste grátis!

Confira outros artigos

Ponto eletrônico para pequenas empresas

Ponto eletrônico para pequenas empresas: qual escolher?

Continuar Lendo
Desafios ponto facial

Desafios e soluções do ponto eletrônico com reconhecimento facial

Continuar Lendo
Tolerância de atraso

Tolerância de atraso: como fica o registro de ponto?

Continuar Lendo
A Insoft4

A Insoft4 está há mais de 20 anos desenvolvendo soluções completas para controle de ponto eletrônico e acesso para empresas de todos os portes e segmentos do mercado.

Conheça o blog da Insoft4

Sejam indústrias, hospitais, universidades, redes de varejo e muito mais, a Insoft4 tem o produto ideal para facilitar as tarefas de RH e garantir mais segurança e simplicidade para as rotinas de acesso de cada negócio.

Movida pelos objetivos de inovar e crescer, a empresa sempre priorizou ter em sua
equipe profissionais especialistas e em constante atualização de conhecimentos.

Disponibilizamos não apenas produtos de excelente qualidade, mas também um serviço completo em todos os sentidos para os clientes.

Ilustração de relógio
Receba nossas novidades
OK - Email cadastrado!
Oops! Algo está errado.